Saiba o que esperar quando os primeiros dentes nascem

02bebededobocaQuando o bebê chega perto de completar seis meses e apresentar sinais de irritação, pode ser que venha um dentinho por aí. Em alguns casos, a erupção começa aos três meses, enquanto há crianças que completam 12 meses ainda banguelinhas. O importante é estar preparada para essa fase com alguns truques e uma dose de paciência.

A irritabilidade ocorre porque o nascimento dos dentes provoca coceira e desconforto nas gengivas do bebê, o que é completamente normal. Nessa fase, há algumas reações do organismo relativas à saúde bucal e outras que coincidem com outros momentos que o bebê está vivendo. Por exemplo, é normal a salivação aumentar nessa idade. Isso pode acontecer tanto pelo bebê movimentar mais a boca por conta do desconforto, quanto pelas glândulas salivares que estão amadurecendo.

Algumas mães relatam diarreia e febre nesse período de erupção dos dentes. Segundo um estudo da Universidade Federal de Minas Gerais, o aparecimento dos dentes pode sim causar diarreia, irritabilidade, problemas de sono e queda no apetite, mas os sintomas são leves e duram cerca de dois dias.

“A febre também pode ocorrer por causa de uma contaminação originária dos objetos que a criança leva à boca, mas é preciso levar em conta que nesta fase o metabolismo está muito mais ‘ativo’ e, assim como em uma gestação, algumas reações do organismo podem ser exacerbadas”, diz a dentista Melissa Maeda, da Sorridents.

Parto prematuro

Alguns artigos científicos correlacionam o nascimento prematuro ou com baixo peso com o atraso do nascimento dos dentes de leite, bem como a má formação dos dentes. Para prevenir o problema, o ideal é fazer um acompanhamento com o dentista desde a gestação. Inclusive, porque é de extrema importância o cuidado com a saúde bucal da mãe, uma vez que a gengivite, por se tratar de um processo infeccioso, pode ser um dos fatores para ocorrer o parto prematuro.

Se até um ano ainda não tiver nascido nenhum dente, é indicado procurar um odontopediatra para avaliar o caso, uma vez que o atraso muito grande da erupção dos dentes pode ajudar a má postura da língua. “Algumas vezes o nascimento dos dentes pode atrasar por não haver estímulos de mastigação suficientes após o período de amamentação exclusiva”, afirma Melissa.

O ideal é que até os 16 meses a criança tenha cerca de oito dentes e, no segundo ano, 20. Durante esse período, tenha à mão mordedores, que serão os melhores amigos do bebê. Seu formato e material aliviam o desconforto sem machucar a gengiva. Um truque é colocar o mordedor na geladeira para que o gel interno esfrie e alivie ainda mais a coceira que o bebê sente. “Ofereça o mordedor gelado à criança e até alimentos gelados, já que o frio ‘amortece’ a gengiva, causando alívio e o fato de morder o objeto, tende a ajudar o processo de erupção”.

Fonte: Terra

Copyright 2018. Todos os direitos reservados.