Mau Hálito? Confira algumas dicas para combater este mal.

Confira a seguir oito dicas simples para combatê-lo, segundo o cirurgião dentista Flávio Luposeli, especialista em estética do sorriso:

’47 Brand San Francisco 49ers Infant Spike-O-Saurus Knit Hat – Scarlet/Black, wholesale jerseys from china,Miami Dolphins Infant Girls 2-Piece Crew T-Shirt & Leggings Set – Orange/Aqua/Ash, Cheap Jerseys from china, wholesale nfl jerseys,Baltimore Ravens 23″ Mission Tiffany Table Lamp., wholesale nfl jerseys from china

1. Beba água. Além de vários outros benefícios, a água ajuda a evitar o mau hálito já que, em muitos casos, este é causado pela boca estar seca ou com pouca saliva. É por isso, inclusive, que o hálito não costuma estar assim tão “fresco” quando acordamos.

2. Escove os dentes. Não se esqueça de escovar os dentes sempre após as refeições e, também, antes de dormir (já que é no período da noite que as bactérias têm mais tempo para agir).

3. Não pule o fio dental. O gosto ruim na boca pode vir, muitas vezes, da sujeira acumulada entre os dentes ou do próprio tártaro. Passe fio dental ao menos uma vez ao dia (ou mais, dependendo do que o seu dentista recomendar).

4. Escove a língua. Escovou os dentes e passou fio dental? Calma – a higiene bucal não está completa ainda. Para fechar bem, você deve também gentilmente escovar a língua (pode com a escova e pasta de dentes mesmo), para retirar acúmulos de comida que ficam na superfície dela e retirar uma camada de bactérias que pode se concentrar nela.

5. Cuide da alimentação. Dietas radicais que cortam carboidratos totalmente tendem a causar mau hálito – reconsidere e tente ao menos comer uma fatiazinha de pão ao dia. Além disso, há certos alimentos como maçã, cenouras e pepino que, quando comidos crus, “raspam” os dentes e funcionam como ajudantes do fio dental.

6. A boca não é a única suspeita. Em alguns casos, o problema pode ser mais embaixo, literalmente. O esôfago ou estômago podem ser a causa, em especial em casos de refluxo ou gastrite. Na dúvida, comece o diagnóstico num dentista, mas não descarte uma ida a um clínico geral ou gastroenterologista se as coisas não estiverem melhorando.

7. Evite café. O café pode criar uma espécie de “cobertura” na sua língua, o que evita a oxigenação e ajuda na proliferação de bactérias (as maiores culpadas pelo mau hálito). Que tal trocar por chá?

8. Masque chiclete (sem açúcar). A ajuda não vem (só) do sabor artificial do chiclete, mas sim do aumento de produção de saliva. Como a boca seca é uma das principais causas do mau hálito, mantê-la úmida ajuda a reduzi-lo na maioria dos casos.

Fonte: Terra

Copyright 2017. Todos os direitos reservados.