Garanta um sorriso saudável para o seu bebê

Ser mãe de primeira viagem é sinônimo de ter um monte de dúvidas. A maioria delas fica em torno do sono, alimentação, cólicas. Mas há um assunto importante que interfere diretamente no resto da vida de uma pessoa: a higiene bucal. Quando levar ao dentista pela primeira vez, como diminuir o incômodo do nascimento dos primeiros dentinhos e meios para evitar a famosa cárie de mamadeira. Essas foram algumas perguntas que o dentista José Eduardo de Oliveira Lima, professor da USP e odontopediatra da TopDent respondeu. Confira e garante um sorriso saudável para seu filho.

Com que idade a higiene bucal deve ser introduzida aos bebês?
Nos primeiros meses de vida não há necessidade de realizar qualquer tipo de higienização, uma vez que o equilíbrio biológico da boca é preservado por meio da amamentação materna, que garante boa imunização e a satisfação das necessidades físicas e emocionais do bebê. Quando os primeiros dentinhos começam a aparecer, a higiene deve ser iniciada. Este procedimento pode ser realizado utilizando gaze ou fralda úmida. Com delicadeza devemos esfregar as superfícies lisas dos dentes anteriores. Quando os dentes posteriores estiverem presentes na cavidade bucal, inicia-se o uso de escova dental. A frequência deve ser a possível de ser realizada sem comprometer a qualidade de vida da mamãe e do bebê.

Quando a mãe deve levar pela primeira vez ao dentista?
O bebê deve ser acompanhado pelo odontopediatra desde os 6 meses de vida ou na erupção dos primeiros dentinhos.

Há algo para evitar a dor quando os dentes começam a nascer?
O incômodo causado pela erupção dos dentes é natural e fisiológico, não devendo causar grande preocupação aos pais. Como a criança se encontra na fase oral, quer dizer, todas suas sensações são experimentadas pela boca, pode ser observado algum desconforto e inquietação. Cremes à base de anestésicos e substâncias químicas devem ser evitados. O ideal é o uso de mordedores que, quando colocados na geladeira e oferecidos à criança, auxiliam no alívio desse desconforto.

Como prevenir as cáries de mamadeira?
A cárie de mamadeira ocorre principalmente quando o bebê faz uso de mamadeira adoçada e quando o intervalo entre as mamadas não é controlado. O problema da mamadeira é que existem bebês que demoram muito tempo para ingerir todo o leite e ficam com a mamadeira a “tiracolo”. Com isso, o carboidrato ficará sempre disponível na cavidade bucal para o metabolismo bacteriano não dando chances para que a saliva consiga realizar de forma eficiente seu papel de limpeza e defesa. O importante é que o bebê seja inserido logo cedo num programa odontológico de acompanhamento que avaliará o risco à cárie de cada bebê e atuará por meio de uma estratégia para correr o menor risco de aparecer essas lesões.

Com que idade a criança já pode escovar os dentes sozinha?
Não é indicado que a criança se responsabilize por essa atividade. A habilidade motora delas é limitada, fazendo com que a placa da superfície dos dentes seja removida apenas parcialmente. Como o uso do fio dental também não é possível, há acúmulo de placa por um longo período de tempo. O ideal é que a criança frequente o consultório odontológico, pois, além de receber a orientação correta sobre os melhores produtos para higiene bucal diária, a placa pode ser eliminada com uma profilaxia profissional, o que garante a prevenção dessa lesão. Dessa maneira, passada a fase de criança, o adolescente já com uma maior responsabilidade e com habilidade motora já desenvolvida, pode assumir a responsabilidade diária de uma higiene bucal eficiente, mas sempre com um acompanhamento profissional periódico para que essa saúde seja mantida para o resto da vida.

Quais técnicas ajudam a ensinar a criança a escovar os dentes?
As crianças não possuem habilidade motora desenvolvida para realizar uma escovação eficiente. A técnica que deve ser ensinada à criança deve ser o mais simples possível de ser realizada como a de vai e vem, por exemplo. À medida que a criança cresce e que sua habilidade se torna mais desenvolvida, outras técnicas devem ser orientadas, mas sempre tendo como prioridade na prevenção a profilaxia profissional que vai corrigir essa deficiência da escovação trazendo resultados satisfatórios na prevenção da cárie dentária.

Criança deve usar fio dental? Desde que idade?
O fio dental é imprescindível para uma higiene adequada. Assim que os dentes nascerem e formarem os pontos de contatos entre eles, o fio dental deve ser introduzido como hábito de higiene.

Enxaguatórios bucais são indicados para crianças? Por que?
Não. Os enxaguatórios bucais tem como objetivo um controle químico da placa bacteriana, evitando lesões de cárie. Porém, quando se utiliza certas substâncias, ocorre o desequilíbrio da biodiversidade da cavidade bucal trazendo prejuízos ainda piores que a cárie. O ideal é que a prevenção seja feita única e exclusivamente por meio do controle mecânico da placa, para evitar efeitos colaterais indesejados.

As visitas ao dentista devem acontecer de quanto em quanto tempo?
Na fase de bebê, as visitas têm como objetivo o acompanhamento da erupção dos dentes e formação da oclusão. Nesta fase o ideal é que a criança visite o consultório pelo menos quatro vezes ao ano, ou seja, trimestralmente.

Em todas as consultas os pais devem pedir que o dentista aplique flúor?
Não, o flúor não deve ser mais utilizado nas sessões de prevenção. Ele atua no controle químico da placa bacteriana. Durante as visitas deve ser realizado somente o controle mecânico da placa por meio da profilaxia profissional que não trará riscos de efeitos colaterais indesejados como ocorre quando utilizado o flúor.

Crianças devem usar cremes dentais especiais?
As crianças devem usar cremes dentais sem flúor. O flúor quando ingerido pode causar intoxicação aguda ou crônica. Ambas são muito prejudiciais à saúde da criança.

Fonte: Terra.

Copyright 2018. Todos os direitos reservados.