Doença periodontal atinge 80% da população adulta

Poucas pessoas sabem, mas sempre que a gengiva sangra ela esta doente. E embora muitos não dêem atenção, a pessoa que sofre da doença periodontal corre o risco de perder os dentes. As alterações mais freqüentes em termos de doença são: gengivite (inflamação na gengiva) e periodontite (perda de suporte ósseo dos dentes).

Men’s Baltimore Ravens Nike Black Legend Staff Practice Performance T-Shirt, Cheap Jerseys china, Cheap Jerseys china,’47 Brand Philadelphia Eagles Clean Up Adjustable Visor – Midnight Green., wholesale jerseys, Cheap Jerseys free shipping

“A doença ocorre quando a placa bacteriana oral é infestada por bactérias patogênicas específicas, que causa essa inflamação. Podemos dizer que 80% da população adulta tem ou já teve essa doença, que é causada pela má higiene bucal”, alerta o especialista em periodontia Dr. Amilton dos Santos.

A enfermidade pode atingir também, com menor freqüência, pessoas jovens ou até mesmo crianças. Fumo e stress são coadjuvantes que contribuem para uma maior perda de sustentação em periodontites ativas (não tratadas).

As características clínicas principais da doença são sangramento da margem gengival ao escovar os dentes ou espontaneamente, vermelhidão, edema e mudança de textura (flacidez) da gengiva. A gengivite causa desconforto, sangramento e mau hálito.

Para evitar que a bactéria patológica cause transtornos na sua saúde bucal, é preciso ter disciplina na escovação diária e na manutenção periódica no dentista.

Os tratamentos mais usados são a remoção da placa e tártaro (placa mineralizada) em sessões de raspagem e alisamento dos dentes, instrução de higiene oral individualizada e consulta de manutenção periódica. “Se necessário, faz se cirurgias periodontais”.

Copyright 2019. Todos os direitos reservados.